Pagar as férias a prestações

Um dos avanços mais significativos no financiamento a particulares foi sem dúvida a criação dos empréstimos, uma forma simples e imediata de colocar nas mãos do consumidor uma determinada quantia monetária para finalidades específicas a troco de compensação por esse adiantamento, os juros. Esse é precisamente o aspecto mais crucial deste produto nascido na banca, ao qual muito se deve o crescimento do volume de negócios no sector. Outro dos desenvolvimentos de salutar nesse particular foi o encetar da oferta concreta para os variados fins possíveis, desde a aquisição de habitação permanente à compra de carro ou início de empresa própria. No entanto, será no crédito para férias que nos focaremos no corrente artigo, pois em tempo de crise é sempre benéfico conhecer as oportunidades que temos à nossa disposição para sair um pouco da rotina e usufruir do merecido descanso após meses de árduo trabalho. Eventualmente já se terá deparado com...

continuar a ler...

Crédito para momentos de lazer

Um estudo, encomendado pela Mastercard, revela que, apesar da crise, muitos portugueses continuam a endividar-se para ir de férias ou para fazer viagens. Mesmo num ano em que houve uma quebra na adesão a cartões de crédito, o pagamento de férias e viagens foi a categoria que registou o maior aumento. Foram cerca de mais 3,6% os portugueses entrevistados, que revelaram ter utilizado pelo menos um cartão de crédito para financiar momentos de lazer, face a um idêntico período do ano passado. O estudo da Mastercard, intitulado «Comportamento Financeiro dos Particulares em Portugal 2011», foi divulgado esta terça-feira e mostra ainda que o mercado português é maioritariamente de débito - 86,8% dos portugueses com mais de 15 anos têm um cartão de débito e 95,6% deles, utilizam-no com regularidade. Isto contra os 59,6% dos utilizadores que dão uso regular aos cartões de crédito - o equivalente a um decréscimo de 15,1% em...

continuar a ler...

Crédito para férias

As férias são sinónimo de tranquilidade, relaxamento e divertimento. É conveniente que poupe ao longo do ano para depois poder gozar essas merecidas férias. No entanto nem sempre isso é possível. Neste caso a opção acaba por recair no crédito para férias, o que nem sempre é uma má escolha! Com o Crédito Férias Flexibom pode viajar para onde quiser sem confusões, nem complicações. Aproveite! Características: • Financiamento até 10.000€ • Prazo até 12 meses • Possibilidade de carência inicial • Sem despesas de dossier • Exemplo representativo: Para um crédito de 5.000€ a 12 meses. Prestação no valor de 456,82€. TAN 15,00%, TAEG 18,8%. Totalizando 5.481,84€. Todos os encargos...

continuar a ler...

Crédito para férias: qual é o mais barato?

Em tempos de crise, não há porque desprezar umas merecidas férias. Por isso, há que poupar ao longo do ano para gozar um merecido descanso, mas quando isso não é possível, a opção acaba por recair no crédito para férias, o que nem sempre é uma má escolha, tudo depende daquilo por que opta. Para conseguir obter aquele valor de que necessita para ir de férias, poderá seleccionar de entre várias possibilidades. Desde cartões de crédito, a instituições financeiras e agências de viagens. Estas são as formas eleitas pelos portugueses para obter o crédito para as suas férias, mas de entre elas, a que mais se destaca são as agências de viagens. Se optar por estas entidades poupa, em média, 200 a 250 euros, uma grande diferença se estiver a equacionar umas férias para toda a família. Basta multiplicar o importância que economiza pelo número de elementos lá de casa. O...

continuar a ler...